3 opiniões sobre “Ela não queria ouvir nada daquilo”

  1. Não sei o que dizer…
    O texto fez-me lembrar uma cena de 19 anos atrás. A minha avó materna faleceu. Ela estava sendo velada, passa uma miúda com sua mãe à procura de um velório q não era o de minha avó. A criança ainda tem tempo de me olhar a chorar, olha para o vidro do caixão fechado e diz: olha mãe, parece uma boneca!
    Tenho conhecimento q minha avó qdo jovem era muito formosa, casou por 2 vezes.
    Saudades.

    Liked by 1 person

    1. Miau,

      Meu pai também ficou parecido com um boneco dentro do caixão. Se calhar, faz algum sentido. Ao morrer, ninguém mais chama a pessoa pelo nome, pergunta-se apenas: o que faremos com o corpo?

      A coisa, o manequim com aparência humana, o vazio interior — bonecos…

      Gostar

      1. É verdade. Ao nascer tb não há uma identidade, mas a não identidade ao morrer é como se a pessoa fosse duplamente morte, se é q consigo me expressar.
        Pensei agora no mais recente naufrágio ao Norte da Líbia. Esses são apenas corpos, números logo esquecidos.

        Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s