Tu — esperas & notas antes de viajar

» Camus equivocara-se 

Só há um problema filosófico verdadeiramente sério: quais livros levaremos para a viagem. Julgar se colocamos para a bolsa de mão o Sebald ou o Handke ou o Carrión, é responder a uma questão fundamental da filosofia. O resto — se vai chover, se escolheremos as camisas vermelhas, se levaremos as bermudas que a tia Rita nos deu — vem depois. Camus, portanto, equivocara-se. O suicídio não é tão absurdo quanto essas seleções literárias. Poucos escolhidos, muitos deixados para trás. Vive-se com esse barulho.

» Discretamente, D. Delgado escreve sobre P. R. Cunha

O pensamento deste narrador, que se diz desventuroso, é um autêntico jogo de xadrez. De um lado do «tabuleiro», o pensamento-ficção; do outro, a realidade. Acho que a ficção podem ser as peças brancas e a realidade as pretas. Ou talvez não. As «peças»… num dos lados são os personagens reais da vida, e no outro, filósofos, autores e pensadores fruto de muitas leituras. Por vezes dão-se todos bem, noutras nem tanto. A estratégia deste «jogo» é o «desventuroso narrador», como se intitula aos trinta e poucos anos de vida, estratégia que entre avanços, recuos, dúvidas e certezas, tem jogadas/pensamentos de mestre. Penso que será um jogo eterno, sem xeque-mate, nem vencedor. Porque cada um sabe que precisa do outro para se sentir vivo e produtivo.


IMG_1532
— Há muitos livros; e não podemos levá-los todos numa mala.

» Gostava de ter o cabelo à Scott Fitzgerald — haikus tropicais

1.

vendedor de pipoca
não aproveita o parque —
um automóvel passou

2.

Para a amiga M. L. F.

jogadores de xadrez
à berma da praia
o rei está louco

3. 

Sturm und drang

sonhador solitário
perseguido pela culpa
poeta sem remorso

Publicado por

P. R. Cunha

Escritor, fotógrafo & músico. Mora em Brasília e pretende ter em breve um cão chamado Sebald. Vencedor do Concurso Nacional de Literatura «Prêmio Cidade de Belo Horizonte» 2012, com o livro de contos «Quando termina», escrito em coautoria com Paulo Paniago. Atualmente, dedica-se ao manuscrito de «O tumulto das nuvens».

14 opiniões sobre “Tu — esperas & notas antes de viajar”

  1. No tengo demasiada “historia literaria” a mis espaldas, debido en mayor parte a mi falta de concentración, la cual hace que la lectura de un libro me lleve meses. Pero es cierto que entre los que me han gustado realmente, no sabría cual elegir. Quizás “Mil soles espléndidos”, de Khaled Hosseini.

    Liked by 1 person

    1. Cris,

      Khaled Hosseini me parece una excelente posibilidad, en efecto. Pero hay siempre un problema: cuando elegimos algo, dejamos de elegir muchas otras cosas. Es decir, elegir es separarse de todo lo demás.

      Bueno… Tú ya debes haber percibido que nunca estoy satisfecho con nada.

      Jeje.

      Un buen fin de semana para ti.

      Liked by 1 person

  2. Ora bem:

    – se o Sebald , o Handke e o Carrión forem na mala de mão e outros tantos na mala de porão…já será uma viagem a sete (seis + o narrador desventuroso), o que me parece uma excelente perspectiva de convívio…;

    – vida sem “barulho” e sem escolhas não é Vida…já o suicídio é morte. Fim. Com sorte, um novo princípio….e mais escolhas pela frente!

    – Gostar de ter o cabelo à Scott Fitzgerald, não deve levantar qualquer problema filosófico. Eventualmente de plágio……..Mas nada que uma ida ao barbeiro/cabeleireiro e mais uns haikus tropicais não resolvam!!

    Por fim, agradeço a publicação de um comentário Discretamente nascido…e desejo um relaxado fim-de-semana. De vez em quando isso faz muito bem!

    Liked by 1 person

    1. Doce Dulce,

      A verdade é que sempre acabo levando livros de mais. Quando perto do Atlântico, estou sempre a caminhar pelo passeio da praia — e, como se diz, não é uma boa ler enquanto se corre. Contemplo o oceano. As páginas ficam para o hotel, ou para o apartamento da minha abuelita. Esta minha juba, nos últimos tempos, assemelha-se mais ao cabelo do Mr. Robert Smith, nos idos 1980. Como se eu estivesse a ver os fantasmas, a tempo inteiro.

      De certeza que terei cá um sereno weekend. Depois, devidamente revigorado para a viagem aeronáutica.

      Obrigado, sempre, pelas palavrinhas.

      Abraços brasilienses.

      Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s