Pautas ao contrário do que estava igualmente previsto

Faça um balanço para tentar perceber o que correu mal e bem no processo. Causas iniciais: pragas geradas pela bioengenharia, fendas para outras dimensões (não me arriscar ao sci-fi, não sei escrever sci-fi sem soar 1] pedante; 2] estúpido; 3] piegas 4] etc.), experiências nucleares dão errado, outras experiências químicas realizadas inadequadamente. Ameaças: chuva ácida, terremotos, baratas contagiosas, lobos gigantes, piscinas de ácido, falta de recursos. Sobreviventes: 19.6% da população.

— P. R. Cunha

Publicado por

P. R. Cunha

Escritor, fotógrafo & músico. Mora em Brasília e pretende ter em breve um cão chamado Sebald. Ganhou o concurso literário Cidade de Belo Horizonte de 2012, com o livro «Quando termina», escrito em coautoria com Paulo Paniago. Atualmente, dedica-se ao manuscrito de «O tumulto das nuvens» e aguarda a publicação portuguesa de «Paraquedas – um ensaio filosófico» — obra vencedora do Prémio Aldónio Gomes (Universidade de Aveiro).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s